quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Será que meu anjo da guarda é homem, ou é mulher?

Não sei se devo dizer anjo da guarda ou da morte..

Não sei se ele cuida ou apenas alerta..

Não sei se protege ou se traz uma mensagem..

Não sei se usa branco, ou preto..

Alias, não sei nem se tenho um, ou uma..

domingo, 15 de janeiro de 2012

Não, não e não.
Não pode continuar assim!
Que merda, quanta bagunça.
Cadê a ordem? Onde fica a organização?
Perdi meu lápis, não encontro uma folha..
E os desenhos??
Basta, assim não da!

- Venha.. Eu te ajudo a organizar, não se preocupe, encontraremos tudo, caso contrario, te dou lápis e folhas novas de presente..


(Help-me)
O tempo corre e o mundo gira.
Que dó de olhar pra traz, ver que tudo passou e sentir saudades.
Medo, é isso que sinto (...) e se não der certo? Se eu desistir?
Daqui pra frente serão responsabilidades, deveres e objetivos a serem cumpridos.

Espere

Me da um tempo, me deixe pensar..

Respire fundo

Já sei.
“ Vento, pode me guiar, seguirei firme e com coragem. Esforço eu terei para permanecer intacta e segura. Minha confiança deposito em você, escolha o meu caminho.. prometo não desistir.”

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Uma prova de amor..

Quando eu era criança minha mãe me disse que eu era um pedaço do céu azul, que veio para este mundo porque ela e papai me amavam muito. Só mais tarde eu percebi que não era bem verdade. A maioria dos bebes é coincidência, quer dizer, lá no espaço tem muitas almas flutuando em busca de corpos pra encarnar, então aqui na terra, duas pessoas fazem sexo, ou sei lá o que e pronto, coincidência. É claro que todos planejam famílias perfeitas, mas na verdade a maioria dos bebes é produto de noites de porre e falta de controle. Eles são acidentes, só pessoas com problemas para terem bebes os planejam mesmo. Eu por outro lado não sou coincidência, eu fui projetada, nascida por uma razão em particular. Um cientista juntou os óvulos da minha mãe e o esperma do meu pai pra criar uma combinação especifica de genes, ele fez isso para salvar a vida da minha irmã. Eu imagino o que aconteceria se Kate fosse saudável, eu ainda estaria no céu ou sei lá onde, esperando para ser anexada em um corpo aqui na terra, mas coincidência ou não, eu estou aqui.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Olha eu descalça na rua.
Quanto tempo que eu não tinha essa ‘liberdade’.
Parece besteira, mas é significativo pra mim.
Eu senti a rua áspera, suja, mas senti sorrindo, como se desse pra eu sugar toda a energia que quem passava por lá deixava.
Já se passaram tantas coisas: carros, motos, caminhões, bicicletas, skates, gente, bicho, lixo, natureza, CHUVA.
(...) e lá estava eu com os pés no chão, parecendo uma criança. Não, eu não me comovo com a comparação, pois era exatamente isso que eu pensava quando caminhava nela.
GRÃO DE AMOR

Me deixe sim
Mas só se for
Pra ir ali
E pra voltar

Me deixe sim
Meu grão de amor
Mas nunca deixe
De me amar

Agora as noites são tão longas
No escuro eu penso em te encontrar
Me deixe só
Até a hora de voltar

Me esqueça sim
Pra não sofrer
Pra não chorar
Pra não sentir

Me esqueça sim
Que eu quero ver
Você tentar
Sem conseguir

A cama agora está tão fria
Ainda sinto seu calor
Me esqueça sim
Mas nunca esqueça o meu amor

É só você que vem
No meu cantar meu bem
É só pensar que vem
Lara rara

Me cobre mil telefonemas
Depois me cubra de paixão
Me pegue bem
Misture alma e coração
                                                      Arnaldo Antunes.               


terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Felipe Saab

Vai, vamos dar uma volta, tomar uma tereré, conversar um pouco, quero sair com você, mas só com você.
Nem pense em chamar mais alguém porque não vai ser a mesma coisa, tem que ser você.
Preciso saber se você esta bem, saber o que tem feito, como esta se saindo no trabalho.
Quero escutar quais são seus planos pra faculdade, se está se dando bem na aula de direção.
PUTS, vamos marcar de fazer nossos desenhos, eu até te pago um sorvete depois, ou quem sabe uma cerveja.
Sei lá, senti a necessidade de demonstrar o quando você é importante, o resto que se foda.
Lembra lá no coreto, que apagou todas as luzes da praça e você segurou a minha mão? Af, eu estava por um triz de ir embora de tanto medo, eu nem me mexia, mas graças a você agüentei ficar por mais um tempo. Já aproveito e agradeço por todas as vezes que acabou a energia e você me ligou ou mandou mensagem pra tirar meu medo.
AAAH e valeu por todos os abraços inesperados, aqueles em que você levanta do nada e dá, sem mais nem menos, são os melhores e por mais que não pareça, sempre preciso deles.

maiara: feh, vamos sair??
felipe: pra onde?                                         ->  você entende e isso basta.
maiara: aqui no carlão  (risos)

Dentre todos você é o mais confiável, e dentre tudo o que mais me importa, sério.



E meu dia foi assim, tedioso, chato, mas não desperdiçado.
Dormi a tarde toda, literalmente.
Quando acordei não fiz questão de levantar, minha cabeça estava explodindo, desde ontem, mas eu nem ligava, já tinha me acostumado com ela.
Meu pai entrou no quarto e me chamou pra dar uma volta – ganhei meu dia.
Fomos para a casa da minha madrinha, é raro quando vou pra lá, não que eu não goste de ir, e sim porque é mesmo longe.
Ficamos lá por cerca de uma ou duas horas e acredite, foi o que tornou meu dia divertido.
Voltamos pra casa e sem querer briguei com minha irmã, aliás, ela brigou comigo, e só porque eu não queria sair pra buscar lanche...
desnecessário né?

Ela resmungou dizendo que eu não fiz nada o dia todo, mas a perdôo por não saber que eu estava mesmo com dor, então mesmo chateada sai e fui buscar, ela estava com fome..
Sai até sem celular, precisava de uma tempo 'só pra mim'.
Respirei fundo, admirei a lua e voltei pra casa sem dizer nada.
(...) agora que ela comeu o humor já deve ter melhorado, eu acho, mas deixa isso pra lá, minha mãe sempre diz que devo cuidar, então mesmo com a cabeça baixa, faço minha parte!

domingo, 1 de janeiro de 2012

E todo mundo querendo começar o ano com o pé direito, esquecendo das coisas más e desejando apenas que as boas se repetem.
Não que tenha sido ruim, mas neste ano foi um pouco diferente. Espere.. isso não quer dizer que eu tenha começado mal, pelo contrario, enfrentei com o pé direito também, já é uma conquista.
Foi meio doloroso, mas não porque eu estava triste, pois eu estava rodeada de pessoas maravilhosas, seria impossível ocorrer esse fato.
Talvez tenha sido a saudade de pessoas que já não estão entre nós, mas que eu ainda mantenho viva dentro de mim, isso é mesmo doloroso, parece masoquismo, porque dói saber que não é apenas uma distancia que nos separa.. é tia, eu amo você e sinto sua falta exageradamente, adoraria um abraço seu neste começo de ano.
Vamos lá, todo mundo respirando fundo e desejando felicidades a todos, né mãe? Você foi à primeira pra quem desejei, e a primeira que me emocionou, é impossível não te admirar..
 (...) coragem, pois este ano será difícil -  foram as suas primeiras palavras para mim, é bom saber que você me apóia, eu amo você mais que tudo e todos.
PAPAI, me fez perder uma aposta logo no começo, fizemos o leilão para ver quem passava mal primeiro de tão bêbado, e você me surpreendeu por ter se contido, sempre forte né pai? Talvez essa coragem e persistência eu tenha herdado de você (...) que o seu ano seja doce, que o seu ano seja doce, que o seu ano seja doce, que o seu ano seja doce, que o seu ano seja doce, que o seu ano seja doce, que o seu ano seja doce – sete vezes para dar sorte. Você sempre agüenta com o peito forte e cabeça erguida qualquer noticia por pior que ela seja, você é meu ídolo e sempre será.

BUUUUM, FOGOS, FOGOS E MAIS FOGOS, um brinde a vocês.